Grêmio se sente “assaltado” e direção solta o verbo

O placar do jogo não refletiu o que foi a partida. Com um Grêmio muito melhor que o adversário, a equipe de arbritagem foi o nome do duelo não marcando faltas para o Grêmio, não sendo acionado pelo VAR e deixando o São Paulo bater o tempo todo. A revolta foi tanta que o técnico Renato Portaluppi deixou membros da direção falarem sobre a arbitragem.

Paulo Luz soltou o verbo contra a arbitragem.

-Certamente nós iremos tomar uma posição muito dura, contundente, veemente. O que aconteceu aqui hoje (sábado) foi uma vergonha nacional, que coloca o campeonato sob suspeição- disse o vice de futebol do Grêmio.

O presidente Romildo Bolzan Júnior usou as redes para comentar sobre a partida dizendo que o Grêmio foi “flagrantemente prejudicado” e chamado o VAR de omisso, dizendo que “não há mais espaço para imoralidade”.

– O resultado do jogo não refletiu a partida. O Grêmio foi flagrantemente prejudicado, embora os critérios: pênaltis, cartões e critérios de avaliações. Sem falar no VAR, novamente omisso. Deslegitimou, desacreditou a arbitragem e o crédito do futebol brasileiro pelo antecedente da influência do São Paulo na troca do quadro arbitral. Chega. Sem mais mais espaços para imoralidades – afirmou Bolzan.

Presidente ainda disse que pedirá anulação da partida.

“Na manhã deste domingo, em face à arbitragem desastrosa e danosa do jogo contra o São Paulo, ocorrido na noite de ontem, após a concessão da troca do quadro arbitral, o Presidente Romildo Bolzan Jr comunica que pedirá a anulação da partida, bem como investigação da reunião realizada entre membros da CBF com a parte arbitral que motivou a mudança na escala do árbitro do VAR. “Equívocos, descritérios, erros e a omissão do VAR em lances capitais da partida colocam a arbitragem brasileira sob suspeição”. Twitter oficial do Grêmio.

Errar é algo humano, mas errar do jeito que foi é algo inadmissível. Com auxílio da tecnologia, o senhor Rafael Traci errar como errou é imperdoável. Que seja o último jogo desta pessoa como árbitro em uma partida do Grêmio. O posicionamento do treinador Renato Portaluppi contra o Leonardo Gaciba está completamente correto ao chamar para a “briga” e esperar a resposta do ex-árbitro. Estão desrespeitando o Grêmio, estão brincando com uma instituição multicampã e um dos maiores clubes do Brasil.