UM GASTO INVIÁVEL E ABSURDO PARA PALANQUE ELEITORAL

Cada atendimento da ação prefeitura na rua custa em média R$142,00 para o cidadão.

Se o Prefeitura na Rua custa supostamente somente em estrutura R$ 20.000,00, sem contar gastos com funcionários, cafezinho, suco, água, carros de som na rua avisando a população, planfetos, guarda municipal que faz a segurança das tendas durante a noite, enfim, tem mais uma série de custos não contabilizados, com média de 140 atendimentos, cada atendimentos custaria em média R$142,00, ou seja, inviável financeiramente, se considerar que o prefeito atende apenas 15 fichas, cada atendimento custa R$2.000, um tremendo absurdo, tendo em vista que com R$50,00 você amigo Canoense paga uma consulta em clínicas populares e com especialistas.
Se compararmos ao Prefeito da Estação, onde o prefeito atende em média 50 pessoas sem toda essa estrutura e sem todo esse custo, e o Prefeitura Aberta onde atende 15 pessoas dentro da estrutura diária da prefeitura, com certeza não se justifica esse descalabro com o dinheiro público.
A única justificativa do prefeitura na rua é o palanque eleitoral que é montado, imagina todo final de semana o candidato ter um palanque aonde pode dar discurso, onde seu vice discurso, no início e no fim do evento, em todos os quadrantes e ainda melhor, totalmente de graça, porque quem paga é a população! Voltamos a era do pão e circo!

More articles