25 C
Canoas
segunda-feira, novembro 30, 2020

Por dentro do jogo Atlético GO 1 x 2 Inter

Leia Mais

JAIRO JORGE ELEITO PREFEITO DE CANOAS

Por | Marco Leite Canoas elegeu seu novo prefeito, é Jairo Jorge da Silva do PSD, ele foi eleito com 53,06% – 82.137 votos, contra...

Dois estabelecimentos são interditados em operação integrada contra festas clandestinas

A primeira operação integrada desencadeada após a instalação do Comitê de Fiscalização e Operações Covid mostrou que o trabalho conjunto das instituições visando o...

DENUNCIA – RECEBEMOS IMAGENS DE BOCA DE URNA DO CANDIDATO JAIRO JORGE

Todos sabem que boca de urna é crime, reebemos imagens exclusivas de militantes do candidato Jairo Jorge realizando boca de urna em pleno dia...

2º turno em Canoas: vices de Busato cumprem agenda oficial

Luiz Carlos Busato, que na última quinta-feira (26) foi diagnosticado com Covid-19, cumpre isolamento em casa e passa bem. Neste domingo, o candidato à...

Créditos imagens: Ricardo Duarte / Sport Club Internacional

O jogo
Se o time e a escalação não agradava, os princípios do time titular estiveram presentes em alguns momentos, principalmente, nos primeiros minutos. O Inter imprimiu um ritmo muito intenso, ainda que com pouca inspiração. Construiu um gol e alguns bons lampejos, mas a medida que o tempo passou o rumo caiu. O Atlético ensaiou alguma pressão, mas trata-se de um time muito limitado. A saída de 3 com Musto funcionou razoavelmente bem, mas também facilitada pela pressão mal organizada do time goiano. Na 2ª etapa, o Inter oscilou entre boas jogadas e tomadas de decisões erradas, sofrendo alguns sustos na bola aérea. Nonato e Praxedes poderiam ter aproveitado melhor a oportunidade pois, tendo em vista a lesão de Boschilia são peças que podem aparecer mais regularmente, embora nenhum tenha característica para substituí-lo. Pottker seguiu sendo Pottker e Leandro fez boa partida, fazendo gol e participando com assistência do gol de Moisés. Deve-se levar em conta a fragilidade do adversário, por isso, mesmo ganhando alguma sobrevida, Leandro e Moisés ainda precisam demostrar bem mais para ganharem a confiança do torcedor.

Destaque positivo
Leandro marcando um gol, com assistência de MG.

Destaque negativo
Novamente um gol sofrido nos minutos finais.

Ação ofensiva
O Inter foi muito agressivo nos primeiros minutos, controlando e pressionando, e assim, construiu o seu gol. Ainda que a qualidade dos jogadores que atuaram seja abaixo dos titulares, a transição ofensiva buscava ser veloz, mas acabava na maioria das vezes em erros de passes. A saída de 3 tinha espaços para começar a jogada, mas era um pouco lenta, um problema recorrente quando precisamos iniciar uma construção ofensiva. Após a vantagem no placar, o time ficou burocrático. Os laterais posicionavam-se bem em amplitude, mas falta qualidade na jogada individual. Moisés conseguiu uma boa infiltração por dentro, marcando um gol em jogada combinada com Leandro. O 1º gol também originou-se de organização bem feita. Marcos Guilherme fez movimento de dentro para fora, dando opção de passe a Rodinei. Após receber a bola, fez bom cruzamento para o gol de atacante argentino. Jogando contra um time fraco técnica e taticamente, que teve uma marcação bem passiva, poderíamos ter construído mais oportunidades.

Ação defensiva
Marcação alta, pressão nos primeiros minutos, ritmo intenso. Após meados da 1ª etapa, uma queda na intensidade, uma marcação menos agressiva, mais em bloco médio, esperando espaços para transitar em velocidade. Time por alguns momentos não tão compactado, espaçado, proporcionando algumas situações ao adversário.

FICHA TÉCNICA

Copa do Brasil

Oitavas de final – 1º jogo

Atlético Goianiense 1×2 Internacional

Estádio Olímpico de Goiânia

Gols: Leandro Fernández (I) 13’/1º tempo , Moisés (I) 18’/2ºtempo, Jean (AG) 46’/2º tempo.

Cartões amarelos: João Victor e Janderson (AG), Moisés, Patrick, Edenílson (I).

ATLÉTICO-GO: Jean; Luan Sales (Gilvan), João Victor, Éder Ferreira e Nicolas; Willian Maranhão (Juninho Brandão), Baralhas e Chico; Janderson (Matheuzinho), Hyuri (Wellington Rato) e Matheus Vargas (Oliveira).

Técnico: Eduardo Souza.

INTERNACIONAL: Mareclo Lomba; Rodinei, Víctor Cuesta, Pedro Henrique e Moisés; Musto, Nonato (João Peglow) e Praxedes (Edenílson); William Pottker (D’Alessandro), Leandro Fernández (Abel Hernández) e Marcos Guilherme (Patrick).

Técnico: Eduardo Coudet.

More articles

- Advertisement -

Ultimas

JAIRO JORGE ELEITO PREFEITO DE CANOAS

Por | Marco Leite Canoas elegeu seu novo prefeito, é Jairo Jorge da Silva do PSD, ele foi eleito com 53,06% – 82.137 votos, contra...

Dois estabelecimentos são interditados em operação integrada contra festas clandestinas

A primeira operação integrada desencadeada após a instalação do Comitê de Fiscalização e Operações Covid mostrou que o trabalho conjunto das instituições visando o...

DENUNCIA – RECEBEMOS IMAGENS DE BOCA DE URNA DO CANDIDATO JAIRO JORGE

Todos sabem que boca de urna é crime, reebemos imagens exclusivas de militantes do candidato Jairo Jorge realizando boca de urna em pleno dia...

2º turno em Canoas: vices de Busato cumprem agenda oficial

Luiz Carlos Busato, que na última quinta-feira (26) foi diagnosticado com Covid-19, cumpre isolamento em casa e passa bem. Neste domingo, o candidato à...

Como votar errado?

Amanhã, temos uma grande oportunidade de fazermos o futuro dos próximos 4 anos de nossa cidade na escolha do prefeito que a direcionará durante...