fbpx

Governo do estado lançou nesta quarta-feira (9), o Avançar

Leia Mais

O governo do Estado lançou nesta quarta-feira (9), o Avançar: Ações e Investimentos do Governo Gaúcho, programa transversal que passa a envolver as iniciativas com as quais o governo do Rio Grande do Sul pretende acelerar o crescimento econômico e incrementar a qualidade da prestação de serviços à população. Resultado de um ambicioso programa de reformas estruturais, construído a partir de diálogo com a sociedade, o Avançar irá organizar as principais entregas da gestão 2019-2022, tendo como fundamento os principais resultados alcançados pela atual administração.

Com as contas em ordem, o governo acredita que o Estado começa a se estruturar de forma mais estruturada. Hoje foi apresentado aquilo que o governo considera um marco, pois assim o RS passa a ser mais conhecido pelas soluções do que pelos problemas.

Três eixos compõem a iniciativa: Avançar com Sustentabilidade, Avançar para as Pessoas e Avançar no Crescimento. O Avançar com Sustentabilidade engloba projetos nas áreas ambiental, de tecnologia e de inovação. O Avançar para as Pessoas reúne ações com foco na prestação de serviços públicos nas áreas de saúde, educação, ação social, segurança e cultura. O terceiro eixo, o Avançar no Crescimento, trata de apoio à atividade econômica, desonerações fiscais, logística e mobilidade.

Dois planos que fazem parte do Avançar no Crescimento:

•Plano de Concessão de Rodovias, no qual irá conceder 1.131 quilômetros de estradas, permitindo investimento de R$ 10,6 bilhões em 30 anos, dos quais R$ 3,9 bilhões já nos primeiros cinco anos. A consulta pública começará em 18 de junho, por 30 dias, e o leilão será realizado até dezembro.

•Plano de Obras com recursos próprios, com investimento público e histórico de R$ 1,29 bilhão em diversos municípios gaúchos.

Ambos terão forte impacto na mobilidade, atualizando o Rio Grande do Sul com uma lógica de investimento em infraestrutura consagrada no Brasil e em outros Estados, que concilia recursos públicos e privados.

More articles

- Advertisement -

Ultimas