BOMBA!!!! Justiça Eleitoral impede divulgação de resultado de pesquisa eleitoral realizada com FRAUDE!

*Imagem ilustrativa da pesquisa realizada na eleição para Governador pelo Instituto Methodus

O Instituto Methodus, mesma empresa de pesquisa que apontou Beth Colombo como vencedora do segundo turno em Canoas, no ano de 2016 e que apontou Jairo Jorge como vencedor em todos os cenários na corrida ao Piratini, em 2018 foi condenada pela justiça eleitoral de se abster de publicar resultado de pesquisa realizada sobre as eleições municipais de 2020, em Canoas, por conta de FRAUDE.

Curiosamente, nas eleições passadas para o governo do Estado, Jairo Jorge, segundo o Instituto Methodus, obteria 35,50% dos votos válidos e Eduardo Leite (PSDB) 21,40%.
Já na corrida municipal de Canoas, na eleição passada, Beth Colombo ficaria com 56,8% das intenções de voto e Busato tem 43,2%, o que indica uma possível fraude nas pesquisas anteriores, também.

Segundo os eleitoralistas Marcelo da Silva e Lucas Hanisch, advogados do processo, o Instituto Methodus além de infringir o artigo 2º Inciso IX da Resolução 23.600 do Tribunal Superior Eleitoral, proporcionou na pesquisa uma indução quanto a avaliação da Administração Municipal, avaliando mesmas diretrizes empregadas na avaliação dos governos federais e estaduais para conhecer da opinião dos entrevistados e induziu as respostas do eleitorado, o que desagua em respostas generalizadas e conceitos extremos sobre a administração municipal, tais como aprovação ou reprovação.

“A justiça eleitoral foi extremamente sensível -diz o advogado Marcelo da Silva – pois uma pesquisa realizada nestas arrestas, com fraude, gera o chamado “efeito manada”, carregando outros eleitores junto de uma pesquisa fraudulenta, desequilibrando sobremaneira o pleito. Estaremos vigilantes nesta campanha que se avizinha, para que práticas ignóbeis, dessa natureza, não ocorram”.

A Redação da Real News entrou em contato com o Instituto Methodus, que não quis se manifestar, pois não foi notificada da decisão.

Confira a decisão

 

More articles